O conceito de lugar na análise e projeto da paisagem urbana

O MISTÉRIO DO DESIGN DOS JARDINS CHINESES REFLETIDOS NO SUNKEN GARDEN TUMO PARQUE REVELA COMO TOPOGRAFIA PODE SER PENSADA EM ARQUITETURA PAISAGÍSTICA OS PRINCÍPIOS DE GEHL ARCHITECTS PARA QUE AS CIDADES SEJAM MAIS HABITÁVEIS

TUMO Parque revela como topografia pode ser pensada em arquitetura paisagística

TUMO Parque, desenhado por Bernard Khoury / DW5, é uma extensão ao ar livre do Centro para Tecnologias Criativas Tumo em Yerevan, Armênia. O parque cria um abstração tridimensional geométrica da topografia existente ligando os vértices resumido, formando planos sólidos triangulares inclinados.” (Bernard Khoury, 2011) é formado por uma série de caminhos para pedestres e variações de superfícies oblíquas que ligue o Tumo edifício com um parque municipal público existente.
Por causa de sua escala 6.000 metros quadrados de área aberta Tumo Parque torna-se um parque urbano que é tão grande e complicado na sua forma e programa que enfrenta uma série de desafios na paisagem. Uma das soluções maravilhosas do projeto é que este parque nos dá a capacidade de explorar a topografia do local do projeto.

TUMO-PARK-BK001

O parque é dividido em duas seções: o átrio aberto na parte superior do parque, ligado ao edifício Tumo Center; e o parque urbano, que oferece a opção de desfrutar de vistas panorâmicas e um espaço verde confortável longe do tráfego e do ruído urbano.

Juntamente com a utilização da topografia real do site, o desenho geométrico da Tumo Park está baseada no uso de triângulos. Esta forma básica é representada como pavimentos triangulares de concreto, calçadas de madeira triangulares, fontes secas triangulares, e áreas gramadas triangulares. Todos estes tipos de triângulos são cuidadosamente distribuídos ao redor do parque, a fim de criar uma rota sinuosa que conecta todos os seus espaços. O uso de triângulos não só segue a topografia, mas também é governado por circulações dos pedestres, rampas triangulares com a inclinação adequada, a fim de obter acesso a partir do edifício para a parte inferior do parque, onde uma quadra de basquete está localizada.

TUMO-PARK-BK005

Um dos conceitos-chave do parque é a integração. Este conceito não se aplica somente à relação entre parque e edifícios, mas também para os diferentes tipos de usuários e suas atividades que acontecem dentro do parque. Isto permite uma relação visual completa com a paisagem da Arménia. Apesar da possível limitação da topografia, DW5 usa esta condição, a fim de ampliar a vista panorâmica do local.

A utilização da quantidade mínima de árvores é estabelecido a fim de respeitar o ponto de vista geral do edifício Tumo Center e manter a referência visual constante do edifício e do parque. Por todas estas estratégias de design, cada visitante cria uma relação única com o contexto urbano, a floresta existente, e a construção.
TUMO-PARK-BK007
TUMO-PARK-BK003
A última parte do parque é composta por uma praça forte que permite a eventos públicos, tais como concertos, exposições ou concursos de dança. Esta praça final também envolve uma fonte construída durante a era soviética, que cria um ambiente fresco de umidade e o som da água.

Os bancos de madeira reforçam a rede de pedestres que faz tudo funcionar. É importante notar que, apesar de haver menos bancos do que o esperado, a quantidade está correta. Nem todas as pessoas querem se sentar em um banco; a maioria dos visitantes do Parque Tumo gosta de usar as áreas gramadas triangulares para relaxamento.

Como detalhe final, a presença de escadas que vão até a floresta, iluminação, pontos de ônibus, parques de estacionamento e outras infraestruturas urbanas necessárias dão ao parque a sensação de um espaço verde urbano.

Um projeto de paisagem não é sempre sobre o uso de diferentes espécies de vegetação, uma paleta de planta verde muito complexa, ou uma paleta de material interessante, mas também sobre o uso correto do genius loci do site – e é sobre isso que o design do Tumo Parque é.

TUMO-PARK-BK002

ASSISTA: Tumanyan Park – Tumo Primavera 4K Ultra HD Timelapse

 

Fonte: http://landarchs.com/tumo-park-reveals-how-topography-can-be-conceptualized-in-landscape-architecture/
Tradução livre: Bárbara Boy

Gostou? Compartilhe!Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someone

Posts relacionados:

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fique por dentro!
Inscreva-se agora no nosso Newsletter:
Arquivo